Cuidados com os rins podem evitar uma Doença Renal Crônica - DRC

Cuidados com os rins podem evitar uma Doença Renal Crônica - DRC

Conheça mais sobre a Doença Renal Crônica e aprenda a cuidar de seus rins.

A Doença Renal Crônica - DRC consiste na perda progressiva e irreversível da função dos rins. Em sua fase mais avançada, os rins não conseguem mais manter a normalidade do meio interno do corpo do paciente, fazendo com que ele necessite de diálise e/ou até mesmo de um transplante de rim.

Para o tratamento da Doença Renal Crônica, existem várias modalidades de Terapia Renal Substitutiva - TRS. Abaixo, conheça a relação dos tratamentos:

  • Transplante renal.
  • Hemodiálise Convencional (HD)
  • Hemodiálise diária (HDD)
  • Hemodiálise Noturna (HDN)
  • Diálise Peritoneal Automatizada (DPA)
  • DP ambulatorial contínua (CAPD)
  • Hemodiafiltração (HDF)

A HDF é a modalidade de tratamento mais avançado atualmente e vem sendo utilizado de forma mais constante, principalmente nos países mais desenvolvidos, visto estudos recentes (estudo HEMO, Davenport, dentre outros) terem demonstrado uma maior sobrevida dos pacientes em comparação aos demais métodos dialíticos.

A Doença Renal Crônica é séria e requer cuidado. A evolução nas técnicas de tratamento vem melhorando em muito a saúde e a vida dos pacientes renais, trazendo melhor qualidade ao dia a dia dos pacientes. Entretanto, não se pode esquecer dos cuidados com a saúde, que são imprescindíveis no tratamento e na prevenção da DRC. Para a prevenção da DRC, como regra, deve-se manter hábitos de vida saudáveis, como menor ingestão de sal e açúcares, alimentos industrializados e abandonar o tabagismo. Uma dieta rica em frutas, legumes frescos e consumo adequado de água, além da prática de atividades físicas regulares, são essenciais para reduzir os riscos das doenças cardio-renais.

Por fim, fique atento aos fatores de risco que podem desencadear uma DRC: diabetes, hipertensão arterial sistêmica, possuir casos de DRC na família, ter histórico de doença no aparelho circulatório, ser ou ter sido fumante, estar acima do peso e possuir mais de 50 anos. Identificou algum desses fatores? Então, procure seu médico e faça uma consulta de rotina.

Nefrostar

Postado em: 05/11/2019

Nefrostar
1

Oi tudo bem?

Se precisar fale com a gente pelo WhatsApp!